A aplicação do BioRemove 5805 em uma instalação de lodo ativado reduziu em 97,5% a amônia no efluente para adequar o local e atender aos padrões de qualidade de efluentes.  
 
Benefícios

  • Melhorou a eficiência da fábrica através da redução de 97,5% de amônia nos efluentes
  • Operações simplificadas pelo fornecimento de uma solução fácil de usar

Informações gerais 
Uma indústria química opera uma fábrica de lodo ativado de 7.600 m3/d (2.0 MGD) projetada para remoção de nitrogênio. A concentração de amônia (NH4-N) no influente da instalação varia entre 200–800 ppm. A remoção orgânica do efluente e um lodo de 30 dias normalmente apoiam o desenvolvimento de uma população bacteriana nitrificante saudável. A remoção de nitrato (NO3-N) ocorre anoxicamente em uma bacia onde circulam o lodo de retorno e uma porção do licor misturado. 
Na sequência de uma alteração na fábrica, os níveis de NH4-N do efluente ultrapassaram 400 ppm, causando o não cumprimento agudo da autorização de descarga. A Novozymes Biologicals foi contatada para determinar se a semeadura com o BioRemove 5805 poderia restabelecer a nitrificação.

Aplicação 
Uma recomendação para semear a bacia de aeração com nitrificadores da Novozymes e elevar o pH e a alcalinidade da bacia com soda cáustica foi implementada. Embora o pH da bacia não tenha sido responsável pela perda da nitrificação, o pH baixo de 6,1–6,5 da bacia pode ter dificultado o processo de recuperação. Nesse pH, era evidente que a alcalinidade pode não ter sido suficiente para evitar uma redução no pH induzida por nitrato que ocorre quando a nitrificação é estabelecida. Como a nitrificação requer teoricamente 7,14 ppm de alcalinidade por ppm de NH4-N oxidada a NO3-N, um reinício poderia diminuir facilmente o pH para abaixo de 6,0 e inibir totalmente a recuperação completa.

Resultados 
BioRemove 5805 foi adicionado à bacia de aeração por um período de dez dias, além da elevação do pH do licor misturado para 7,7. Durante esse período, a NH4-N no efluente diminuiu 97,5%, de 397 para 10 ppm. 
Amônia e nitrato no efluente

Fig. 1. Amônia (NH4-N) e nitrato (NO3-N) no efluente 

Ao mesmo tempo, o NO3-N no efluente aumentou de 0 para um pico de 135 ppm e posteriormente caiu para 101 ppm, pois a taxa de desnitrificação respondeu ao aumento da produção de NO3-N. O pH do licor misturado diminuiu gradualmente para a faixa de 6,5–7,0 que historicamente apoiou a nitrificação, eliminando, consequentemente, a necessidade de adição contínua de soda cáustica.

Conclusão 
O programa biológico da Novozymes foi fácil de implementar e proporcionou benefícios significativos em relação a outras alternativas. O BioRemove 5805 resultou em:

  • Menores custos operacionais
  • Melhoria da eficiência da fábrica
  • Operações simplificadas